CIMBAL reúne com Secretário de Estado Adjunto e da Defesa Nacional para “ponto de situação” sobre vacinação

CIMBAL reúne com Secretário de Estado Adjunto e da Defesa Nacional para “ponto de situação” sobre vacinação

O Salão Nobre da sede da CIMBAL (Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo), foi o lugar escolhido para a reunião dos municípios do Baixo Alentejo, que aconteceu hoje, com o Secretário de Estado Adjunto e da Defesa Nacional, Jorge Seguro Sanches, responsável pela coordenação na região Alentejo do combate à pandemia.

Além dos municípios, no encontro, que teve como objectivo fazer o ponto de situação sobre o processo de vacinação em curso (covid-19 e gripe) e identificar os principais constrangimentos na sua operacionalização, foi ainda reconhecida a necessidade de manter o acompanhamento e monitorização, por parte das entidades envolvidas, das situações nas ERPI’s – Estruturas Residenciais para Pessoas Idosas, no âmbito do desenvolvimento da situação pandémica.

António Bota, presidente da CIMBAL referiu à Planície a importância desta reunião: “Veio de encontro a uma necessidade de aferirmos o que está a funcionar, o que poderá funcionar melhor e tentar encontrar soluções de melhoria dos serviços de apoio à vacinação”. Mas não só. O encontro foi produtivo no sentido de “tentar colocar e enquadrar a informação disponível aos presidentes de câmara e aos seus técnicos para perceber em que ponto é que estamos, tanto na vacinação, como na nova vaga da covid-19 que se aproxima”, sublinhou António Bota.

O presidente da CIMBAL não escondeu a sua preocupação: “É notório e todos sabem que vamos ter um mês de Dezembro e Janeiro, se calhar mais complicado do que temos agora. No fundo, foi preparar forças, estruturas, conhecimentos e equipamentos para fazer face”.

No que respeita à vacinação da dose de reforço ao vírus da covid-19 e à vacina da gripe, foi sublinhada a grande receptividade dos autarcas das Câmaras Municipais e Juntas de Freguesia do Baixo Alentejo, em colaborar com as entidades na instalação de centros de vacinação e no transporte dos utentes a esses locais para serem inoculados, permitindo assim chegar a um sector da população com maiores dificuldades de acesso a este processo.

Na reunião, foi evidenciada a grande colaboração e total disponibilidade de todas as entidades: municípios, ULSBA, Saúde Pública, Segurança Social, Protecção Civil e todas as outras que, sob a coordenação do Secretário de Estado Adjunto e da Defesa Nacional têm estado na linha da frente no combate a esta pandemia.

Redacção
ADMINISTRATOR
PROFILE