Município de Serpa defende regresso do hospital ao SNS

Município de Serpa defende regresso do hospital ao SNS

A Câmara Municipal de Serpa, votou por unanimidade uma tomada de posição política onde defende “o direito à saúde, particularmente no que concerne ao Hospital de São Paulo, em Serpa, e à sua reintegração no Serviço Nacional de Saúde”.

A autarquia considera que “a saúde é um direito constitucionalmente consagrado, pelo que não pode estar dependente de opções gestionárias ou de resultados económicos, e só o retorno e a integração do Hospital de São Paulo, no Serviço Nacional de Saúde, poderá garantir o direito à saúde da nossa população”.

Recordamos que desde que a gestão do Hospital passou para a Santa Casa da Misericórdia, que tem vindo a ser pedido que regresse à gestão pública.

Para os eleitos da Câmara Municipal de Serpa, “a intermitência da abertura nocturna do serviço de urgência deste Hospital, que voltou a acontecer nos últimos meses, veio, mais uma vez, provar que apenas a gestão pública, por nós defendida, assegura um direito da população: o acesso à saúde.”

Os eleitos da Câmara Municipal de Serpa, por unanimidade, voltam a manifestar a sua posição de defesa dos serviços públicos, neste caso, o funcionamento pleno do Hospital de São Paulo.

Redacção
ADMINISTRATOR
PROFILE