Vai reabrir o “novo” Mercado Municipal de Serpa

Vai reabrir o “novo” Mercado Municipal de Serpa

O Mercado Municipal de Serpa irá reabrir no dia 29 de Maio, após obras profundas de requalificação, que visaram a valorização global do equipamento, mas também a criação de um conceito mais amplo que pretende integrar os mercados de proximidade do concelho numa rede municipal, com atractividade turística.

Esta obra, representou um investimento na ordem dos 750 mil euros e só foi possível devido ao financiamento a 85 por cento do Programa Valorizar.
No novo Mercado vão abrir oito lojas, dois talhos, uma peixaria, várias bancas de frutas e legumes, bem como de enchidos e produtos tradicionais e ainda um café, dotado de uma esplanada.

Será possível visitar neste novo espaço, o Centro Interpretativo do Queijo, o produto de excelência do concelho, local onde se valoriza este produto, dando destaque à forma como é produzido.
Apesar de inovador e com uma abordagem mais contemporânea, graças às novas valências, bastante visíveis na Loja do Queijo, na Loja dos Vinhos, no Centro Interpretativo do Queijo e numa nova cozinha experimental, o novo Mercado não deixa de contar também com o elemento mais tradicional dos mercados, a venda de proximidade.

Recordamos que este novo espaço está integrado na Rede Municipal de Mercados que está a nascer em todas as freguesias do concelho, fruto de uma candidatura ao Programa Valorizar, intitulada Serpa, Mercados em Rede, cujo objectivo é requalificar e revitalizar a rede de mercados locais no concelho de Serpa, integrando-a na oferta turística, enquanto produto distintivo e em complementaridade com os demais produtos turísticos, de modo a alcançar a sustentabilidade social, ambiental e económica, em paralelo com a garantia da satisfação dos residentes a curto e a médio/longo prazo.

O presidente do Município, Tomé Pires, durante uma reunião com os lojistas, que se realizou na passada sexta feira dia 7 de Maio, destacou que “esta intervenção mais ampla em todos os mercados do concelho só foi possível graças à capacidade do Município para captar financiamento para estas intervenções, quer da obra, quer da estratégia de comunicação e marketing”.

Redacção
ADMINISTRATOR
PROFILE