Covid-19 – Moura mantêm-se com incidência baixa na avaliação semanal

Covid-19 – Moura mantêm-se com incidência baixa na avaliação semanal

A Ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, afirmou que os concelhos de Miranda do Douro, Portimão, Aljezur e Valongo registaram uma avaliação positiva no número de casos por 100 mil habitantes a 14 dias e vão avançar para a fase de desconfinamento que entrou em vigor a 1 de Maio.

Durante a conferência de imprensa do Conselho de Ministros, a Ministra salientou ainda que “a grande maioria do Pais está com as regras de 1 de Maio”. “Todos os concelhos menos as duas freguesias de Odemira, Carregal do Sal, Resende, Paredes e Cabeceiras de Basto”, acrescentou.

Mariana Vieira da Silva realçou que “a evolução na última semana mostra que a estratégia do Governo de agir localmente quando os números ultrapassam os limites e agir com convicção resulta”. “Portimão estava perto da incidência de 120 casos por 100 mil habitantes em 14 dias há uma semana e agora está com 68. Vemos assim a eficácia das medidas tomadas”, disse.

O concelho de Cabaceiras de Basto recuou para as medidas de desconfinamento de 19 de Abril, enquanto o de Paredes mantém-se nessa fase. Os concelhos de Carregal do Sal e Resende têm de cumprir as medidas do plano de desconfinamento que entrou em vigor a 5 de Abril, enquanto as freguesias de São Teotónio e Longueira/Almograve, do concelho de Odemira, mantêm-se nas medidas de 15 de Março.
A Ministra referiu também que o Governo “decidiu manter a cerca sanitária em Odemira, considerando a possibilidade de haver situações específicas de acesso ao trabalho e outros casos excepcionais que entram em vigor a partir de hoje, segunda-feira.

O País tem neste momento em alerta 23 concelhos, 17 dos quais já estavam nesta posição há uma semana. A Ministra referiu que a entrada de seis concelhos nesta situação e a saída de nove “simboliza a situação de melhoria geral que se verifica no País”.

Redacção
ADMINISTRATOR
PROFILE