PME reclamam ajuda do Governo na criação de postos de trabalho

PME reclamam ajuda do Governo na criação de postos de trabalho

Com as medidas anunciadas pelo Governo, as Micro Pequenas e Médias Empresas respondem de forma pronta, assumindo que não conseguem fazer face aos custos de funcionamento devido à inflação, sentindo-se “ignorados”.

A Confederação Portuguesa das Micro Pequenas e Médias Empresas, avançam que a decisão mais significativa, corresponde a 900 milhões de euros de endividamento para todas as empresas, sendo este um momento crucial de recuperação para as PME.    

As Micro e Pequenas Empresas reclamam a reposição dos apoios à retoma nos sectores mais afectados pela pandemia, através de ajudas à tesouraria, a fundo perdido, adequadas às fragilidades mostradas pelas empresas, apenas condicionadas pela manutenção e criação de postos de trabalho. As MPME exigem “medidas efectivas para limitar a especulação de preços das matérias-primas, bens alimentares e outros factores de produção.

Neste momento actual de tentativa de recuperação económica, as Pequenas e Médias Empresas querem ajudas efectivas da parte do Governo.  

Redacção
ADMINISTRATOR
PROFILE