Moura: UFMSA ainda não recebeu os 15 mil euros de despesas da Covid-19

Moura: UFMSA ainda não recebeu os 15 mil euros de despesas da Covid-19

Com o pagamento em falta por parte do Governo, das despesas assumidas pelas juntas de freguesia no combate à Covid-19, o presidente da União de Freguesias de Moura e Santo Amador, Francisco Canudo Sena, já reagiu.

Em declarações à Planície, assumiu “que tem neste momento empenhando nesse esforço financeiro 15.090 euros” e que até ao momento, desconhece se esse valor vai ser pago, já que “não recebeu qualquer tipo de informação” nesse sentido.

Canudo Sena adverte que a única certeza que tem, é a obrigatoriedade “de todos os meses até ao dia 15, de fazer o report (à Direcção-Geral das Autarquias Locais – DGAL), das despesas que mantém no âmbito da pandemia” e “mais nada”.

Preocupado com a situação, reconhece que “infelizmente as freguesias continuam a ser os parentes pobres das autarquias”.       

A ter em conta, que o assunto das despesas não pagas às freguesias com a Covid-19, foi o tema do encontro do presidente da Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE), Jorge Veloso, com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. Desde Março de 2020 até agora, as despesas das freguesias somam cerca de cinco milhões de euros.

A UFMSA tem empenhado em despesas mais de 15 mil euros.   

Redacção
ADMINISTRATOR
PROFILE