Fenprof pede regresso da máscara nas escolas

Fenprof pede regresso da máscara nas escolas

Em comunicado, a Federação Nacional dos Professores (Fenprof),  aponta como medida que quer ver aprovada no Conselho de Ministros o “reforço das condições de segurança sanitária nas escolas, designadamente a utilização de máscara em todos os espaços, a medição da temperatura corporal e a garantia de distanciamento físico nas salas de aula”.

O regresso do uso de máscara em todos os espaços da escola e considerar os professores como grupo prioritário no processo de vacinação são medidas que a Fenprof pede que o Governo aprove no conselho de Ministros de hoje.

A Federação Nacional dos Professores apela para que as medidas “não esqueçam as escolas nem os seus profissionais”.

Actualmente, entre os grupos prioritários encontram-se as pessoas acima dos 65 anos, os profissionais de saúde, os trabalhadores e utentes de lares de idosos ou espaços semelhantes e bombeiros que tripulam ambulâncias.

Para a Fenprof, entre os grupos prioritários deveriam estar também os professores, porque lidam diariamente com centenas de crianças e jovens, que são os que apresentam actualmente níveis de transmissibilidade do vírus mais elevados.

Redacção
ADMINISTRATOR
PROFILE