Combater a Solidão e o Isolamento Social no Concelho de Moura

Combater a Solidão e o Isolamento Social no Concelho de Moura

O tema da solidão no Baixo Alentejo é um assunto recorrente e é um dos problemas da região no que diz respeito aos idosos. Isolados e sem ajuda ou companhia, vivem os seus dias com mágoa e tristeza, estados de alma que muitas vezes levam ao suicídio, em especial nos homens.

Apesar dos resultados preliminares dos Censos 2021 não serem animadores para o concelho, ou seja, desde 2011 até agora, perderam-se 1.900 habitantes, o despovoamento do interior foi um dos assuntos abordado durante os partidos, nas autárquicas.

A solução é “prioritária e urgente”, no sentido de se encontrar medidas que possam proporcionar bem-estar e maior qualidade de vida aos idosos.

Atenta a este drama, que na verdade abrange a sociedade de Norte a Sul do país, para a Câmara Municipal de Moura e as Juntas que Freguesia que compõem o concelho, uma das prioridades prende-se com a aposta no apoio social aos mais velhos.

Lurdes Balola, vereadora responsável pelo pelouro da Cultura, Educação e Saúde da autarquia mourense falou sobre o tema e mencionou as principais medidas implementadas em Moura e nas Freguesias. No que diz respeito à carência alimentar sofrida por idosos e não só, o Prato Quente, melhora a vida de “oito pessoas que recorrem a este serviço, com a ajuda de um grupo de voluntários que faz este trabalho na comunidade”, referiu a vereadora. 

Já na área da educação, a Universidade Sénior em Moura “conta com 50 inscrições e com actividade regular. Pretendemos descentralizar esta medida para a Amareleja, para termos menos deslocações e podermos replicar as mesmas disciplinas para que as pessoas das freguesias mais próximas, possam usufruir deste serviço”, destacou a responsável autárquica.

E para que saiba, um dos serviços com maior percentagem de adesão pelos idosos no concelho de Moura, chama-se ABEM – Apoio ao Medicamento. “77 pessoas recorrem a medicação”, contou Lurdes Balola.

Por outro lado, a actividade física tão importante nesta fase da vida, é outro dos apoios prestados pela autarquia com a modalidade de hidroginástica, em que os exercícios aeróbicos dentro de uma piscina, convidam à partilha de histórias e os temas da terra ou do mundo surgem espontaneamente.

Momentos destes são essenciais nesta fase da vida, não só para prevenir a solidão, como os pensamentos negativos.

Numa população particularmente envelhecida, em 2020 no município de Moura, a taxa de mortalidade entre os indivíduos de 70 e 79 anos foi de 2,4% (3% em 2019), enquanto entre os indivíduos com mais de 80 anos, foi de 14,5% (11,8% em 2019), de acordo com dados da PORDATA.

Susana Carvalho, psicóloga de formação e responsável pela Universidade Sénior de Moura, salientou a importância do convívio e de uma ocupação nesta idade. “É de extrema importância, assim como terem uma aprendizagem contínua ao longo da vida e sentirem-se úteis. A Universidade Sénior acaba por ter uma resposta muito boa, como o convívio, os passeios, os almoços e os lanches. Neste espaço, há muita partilha de afectos”. E, quando se fala de séniores, “têm muito para ensinar e os professores sentem isso”, referiu a responsável.

A partir deste mês e durante o período da tarde, as aulas retomam com disciplinas isoladas e uma aprendizagem contínua. No final do ano lectivo cada um dos alunos recebe um certificado de participação.

– No município de Moura, por cada 100 residentes, há 15 jovens com menos de 15 anos, 62 adultos e 23 idosos. Fonte: PORDATA

– Os dados dos Censos 2021 mostram que a população portuguesa diminuiu cerca de 2% desde 2011. Em Portugal, existem actualmente 10.347.892 cidadãos.

– Um dos serviços com maior percentagem de adesão pelos idosos no concelho de Moura e implementado pela Câmara Municipal, chama-se ABEM – Apoio ao Medicamento e ajuda 77 pessoas.

– “A Universidade Sénior acaba por ter uma resposta muito boa, como o convívio, os passeios, os almoços e os lanches. Neste espaço, há muita partilha de afectos”, referiu Susana Carvalho, Psicóloga da Universidade Sénior.

Redacção
ADMINISTRATOR
PROFILE