Cáritas de Beja alerta para a falta de recursos alimentares na instituição

Cáritas de Beja alerta para a falta de recursos alimentares na instituição

A Diocese de Beja relançou a campanha “Cáritas é Amor, Ajude a Ajudar” devido à falta de recursos alimentares e por não ter capacidade de resposta para os diversos pedidos que lhe chegam.

A Planície entrevistou a coordenadora técnica do Serviço de Atendimento e Acompanhamento Social (SAAS), Ana Soeiro, em que diz “estamos a ter mais solicitações, porque a pandemia veio a afectar de alguma forma as situações de precariedade laboral e por outro lado, também, a falta de ofertas de trabalho para que as pessoas possam estabilizar a parte financeira”. E adianta que “de acordo com os acompanhamentos e atendimentos que nós fazemos, as questões dos encargos mensais permanecem, porque já estavam contraídos no momento e, portanto, falta colmatar a questão alimentar. Daí nós termos relançado esta campanha novamente”. 

A campanha foi lançada pela primeira vez em 2020, aquando do primeiro confinamento e Ana Soeiro sublinha que “sendo que tinha sido feita no ano passado, em Maio, nós fomos alimentando a campanha com doações feitas à Caritas ao longo do ano. Neste momento precisamos imenso desse apoio, estamos a precisar sobretudo de géneros alimentares para doar às famílias que nos solicitam, e chegam a nós todos os dias.”

“Neste momento, a situação está a ser pior, estamos a ter mais solicitações e, por isso, pensámos em relançar a campanha por tempo indeterminado”, explicou Ana Soeiro.

Trata-se, segundo a coordenadora, de “uma resposta de emergência” para dar “no imediato” às pessoas que chegam aos serviços de atendimento da Cáritas, “enquanto aguardam para serem, depois, integradas numa das respostas sociais” da instituição.

Por isso, a Cáritas Diocesana de Beja lançou o apelo a “todos os que queiram voluntariamente participar” para que se dirijam às suas instalações ou entrem em contacto para agendar a recolha dos donativos ao domicílio, devido à pandemia de covid-19.

Os artigos solicitados pela campanha “Cáritas é Amor, Ajude a Ajudar” são produtos de higiene pessoal, como gel de banho, champô, pasta dentífrica, escovas de dentes, lâminas e espuma de barbear, assim como géneros alimentares, nomeadamente leite, cereais, papas, bolachas, chocolate em pó para o leite, marmelada, café, chá, arroz e massas.

Desta vez, a Cáritas está ainda a pedir bens essenciais para bebés, “que não podem mesmo ficar sem uma resposta imediata”, tais como fraldas de tamanhos de um a seis meses/um ano, toalhetes e cremes.

Ainda de acordo com a coordenadora do SAAS, não existe uma estimativa de quantas pessoas poderão ser apoiadas por esta campanha, mas a Cáritas recebe solicitações “todos os dias”.

Este ano já foram apoiadas 63 pessoas e realizados 31 cabazes, mas a Cáritas não dispõe, neste momento, de mais reservas de alimentos e artigos de higiene para responder aos pedidos que lhe vão chegando diariamente.

Avatar
Redacção
ADMINISTRATOR
PROFILE