Covid-19 – Hoje a Marinha reforça apoio aos rastreios no Alentejo

Covid-19 – Hoje a Marinha reforça apoio aos rastreios no Alentejo

Uma equipa de 26 militares da Marinha Portuguesa vai reforçar o apoio à realização de rastreios epidemiológicos no Alentejo, a partir de hoje, no âmbito da resposta à covid-19, anunciou o Governo.

Em comunicado, o gabinete do Secretário de Estado Adjunto da Defesa Nacional revelou que esta equipa, que deverá entrar em funções “esta quinta-feira”, vai reforçar uma primeira equipa de 26 elementos da Marinha, que se encontra a operar na região “desde 19 de Novembro”.

O reforço do apoio por parte das Forças Armadas acontece “a pedido” da Administração Regional da Saúde do Alentejo.

Ainda de acordo com o gabinete de Jorge Seguro Sanches, que é também coordenador no Alentejo das medidas de combate à pandemia de covid-19, a primeira equipa da Marinha que entrou em funções, em Novembro, acompanhou “mais de 1.200 casos ao longo de quase dois meses”.

Segundo o Ministério da Defesa Nacional, actualmente, em todo o país, estão em funções 448 militares da Marinha, Exército e Força Aérea, divididos por equipas, nesta frente de colaboração com as autoridades de Saúde Pública.

No Alentejo, além do apoio aos rastreios epidemiológicos, as Forças Armadas têm apoiado o combate à pandemia através da disponibilização de camas e tendas de campanha nos distritos de Portalegre, Évora e Beja, além de ações de sensibilização em estruturas residenciais para idosos, estabelecimentos de ensino, prisionais e no Porto de Sines.

Avatar
Redacção
ADMINISTRATOR
PROFILE