Hoje assinala-se o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres com cordão humano no Alentejo

Hoje assinala-se o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres com cordão humano no Alentejo

O Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres celebra-se anualmente a 25 de Novembro, com o intuito de alertar para este tão grave problema que atinge as mulheres, tanto em sua casa como no local de trabalho, psicológica ou fisicamente.

O Observatório das Mulheres Assassinadas (OMA) contabilizou 30 mulheres mortas entre 1 de Janeiro e o dia 15 de Novembro, em Portugal, 16 das quais em contexto de relações de intimidade, um valor abaixo das 21 registadas em 2019 e 12 em contexto familiar e as outras duas noutros contextos.

A Moura Salúquia – Associação de Mulheres do Concelho de Moura, uma IPSS que actua na área da promoção da Cidadania e combate à Violência Doméstica e Exclusão Social, vai levar a cabo, hoje, algumas iniciativas.

O Núcleo de Beja do Movimento Democrático de Mulheres (MDM) está presente hoje no cordão humano que se realizará entre o IEFP e o templo romano de Évora.

Esta será uma iniciativa conjunta dos núcleos de Évora, Montemor-o-Novo, Portalegre e Beja realizada em parceria com as uniões de sindicatos dos três distritos do Alentejo, e que tem como objectivo assinalar o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres.

Recordamos que todas as evidências apontam para o aumento da violência contra as mulheres, incluindo a violação, exploração sexual, prostituição, tráfico humano e também a violência doméstica.

A actual crise epidémica tem tido também consequências terríveis na vida das mulheres, nomeadamente a nível laboral, como é visível no aumento do desemprego e na diminuição do rendimento.

Avatar
Redacção
ADMINISTRATOR
PROFILE