Aprovado o novo projecto para o Posto Médico de Póvoa de São Miguel

Aprovado o novo projecto para o Posto Médico de Póvoa de São Miguel

Na reunião de Câmara do dia 18 de Novembro foi aprovado, por unanimidade, o Projecto de Arquitectura do Posto Médico de Póvoa de São Miguel.

Segundo a autarquia mourense “Dando resposta à solicitação da Junta de Freguesia de Póvoa de São Miguel, técnicos do Município de Moura desenvolveram o projecto de arquitectura, que visa adaptar o edifício dos Correios às novas instalações do Posto Médico dessa freguesia do concelho, propondo alterações nos compartimentos existentes para cumprimento da legislação referente às normas de segurança, higiene e saúde, melhoria da acessibilidade das pessoas com mobilidade reduzida e implementação de sistema de segurança contra incêndios”.

O presidente da Junta de Freguesia de Póvoa de São Miguel, António Montezo, refere que “a ideia, nem sequer foi uma promessa eleitoral, nasceu quando tomámos posse. Fizemos uma análise e um diagnóstico dos problemas mais graves da nossa freguesia”.

“Chegámos à conclusão que um dos serviços que não estava dimensionado para a situação actual dos utentes era o Centro de Saúde, além disso havia um sobredimensionamento dos serviços dos correios, que estava num edifício demasiado grande para o que era necessário”. Referiu o autarca, acrescentando que “Desta conjugação de factores, decidimos em concretizar um novo projecto para o centro de saúde, que vai permitir também um novo espaço para a Junta, para reuniões e instalar os correios”.

António Montezo salientou ainda que “A Câmara já conseguiu aprovar o projecto de Arquitectura, agora vamos realizar uma candidatura ao Estado para um financiamento em 50% a fundo perdido”.

Esta infraestrutura define três zonas funcionais distintas designadamente atendimento e espera, gabinetes médicos e instalações sanitárias. Estando ainda prevista a execução de uma rampa para a via pública de acesso a utilizadores de cadeiras de rodas.

A obra tem um prazo de execução de seis meses, com uma estimativa de custo de 41 mil euros.

Avatar
Redacção
ADMINISTRATOR
PROFILE